terça-feira, 13 de janeiro de 2009

E se eu for a chata?


Em apenas dois dias convivi com duas pessoas chatas, daquelas que você fica do lado por causa de uma boa convivência social, por que elas são amigas de amigas suas, colegas de trabalho, ou simplesmente porque a boa educação manda você ser simpática com as pessoas, independentemente se elas forem super legais ou não.

Depois da minha última experiência com a pessoa chata em questão fiquei pensando o que as pessoas acham delas mesmas. Uma pessoa chata com certeza não sabe que ela é chata, senão tentaria mudar, certo? Neste meu pensamento um tanto sem sentido e sem futuro cheguei à conclusão que muitas vezes a pessoa fica chata porque ela está querendo ser legal. Na tentativa de se mostrar interessante ou de contar uma boa história ela acaba se tornando chata, mas muito chata mesmo.

Mas como saber se estamos sendo chatos? Claro que o bom senso ajuda nestes casos, mas as duas pessoas chatas com quem convivi nos últimos dias parecem ter amigos e namorado/a. Então será que a chata da história sou eu que não gosto dessas pessoas supostamente legais, ou será que quem convive com elas apenas aprendeu a lidar com a chatisse ou inconveniência delas?

Bom, independente do que for, toda essa questão me fez pensar o que as pessoas realmente pensam delas e se a visão que elas têm delas mesmas é igual à visão das outras pessoas? Confuso? Talvez seja assim que as pessoas me vêem... ou talvez eu seja a chata! Será?

3 comentários:

sultaonzinho disse...

com certeza nao è xuxu!nada mais longe da verdade!se vc è chata que vamos dizer do resto do mundo?????

sultaonzinho disse...

sultaonzinho???????????foi vc que collocou esse sobrenome??o foi eu??mas tudo bem è engraçado!!!!!!!hahahaha

Paty disse...

Ai meu Deus!